terça-feira, 29 de abril de 2008

OS DALITS DA ÍNDIA - A MAIOR POPULAÇÃO PRETA DO PLANETA

* Todos as fotos postadas no texto são dos Dalits.

Por Walter Passos.
Teólogo, Historiador, Pan-africanista e Afrocentrista
Skype: lindoebano
Facebook: Walter Passos
Pseudônimo: Kefing Foluke.
Há um equívoco dos estudiosos, repetido incessantemente pela mídia e a todo o momento por militantes sobre a população preta do mundo, um desconhecimento e negação do Afrocentrismo e do povoamento da população preta no planeta. Se você for responder a indagação: Qual é o país que detém a maior população preta? E qual é o segundo? Imediatamente você responderá: O primeiro país em população preta do mundo é a Nigéria, na África, e o Brasil está em segundo lugar. Neste texto você descobrirá o quanto foi mal informado e há anos reproduz esses ensinamentos errôneos em salas de aula, nas reuniões do Movimento Negro, na conscientização dos pretos e pretas e até nas conversas informais.
Pode-se esperar por incessante negação do Afrocentrismo e do povoamento da população preta no mundo, seja ensinado que o país  que há mais pretos e pretas localiza-se na África, e o segundo, na América, por consequência do sequestro de homens, mulheres e crianças, prisioneiros das guerras e escravizados em território africano, forçados  ao regime de escravidão. Entretanto, o que te surpreenderá é que o maior país de população preta do planeta não está localizado no continente africano e nem nas Américas.
A Índia é um país localizado no centro-sul do continente asiático, com uma população de hum bilhão e 130 milhões de habitantes, este é o país com a maior população preta do planeta. Com 250 milhões de pretos e pretas, a Índia supera a população da Nigéria formada de 135 milhões de pessoas e do Brasil com 186 milhões de habitantes, ou seja, a população preta da Índia é maior que toda a população do Brasil e duas vezes a população da Nigéria.
Quem são esses pretos da Índia? Como a habitaram? Qual o interesse em negar sua existência? Só através do Afrocentrismo é possível ter esse conhecimento lato das populações pretas no planeta por entender e provar as diversas diásporas voluntárias de africanos. É através do Afrocentrismo que os africanos e africanas em diáspora e na África podem verdadeiramente compreender a dinâmica da colonização e povoamento africano em todo o mundo.

ORIGEM DA POPULAÇÃO PRETA NA ÍNDIA
A história das populações pretas na Índia remonta há milhares de anos, são originários das grandes migrações Etíopes e Egípcias para o Vale do Indos. A contribuição de Runoko Rashidi é primaz para esse entendimento. Segundo Rashidi, no século I a.C, o famoso historiador grego Diodoro da Sicília descreve a presença dos pretos na Índia: "Da Etiópia ele (Osíris) passou pela Arábia, mediante ribeirinhos do Mar Vermelho, tanto quanto na Índia... Ele construiu muitas cidades da Índia, um das quais ele chamou de Nysa, disposta a ter recordação de que (Nysa) no Egito, de onde ele se originou."E continua informando que outro importante escritor da antiguidade, Apolônio de Tiana, que visitara a Índia perto do final do primeiro século, estava convencido de que "Os etíopes colonizaram a Índia, e seguiram a tradição dos seus antepassados em sabedoria."
A obra literária dos primeiros cristão, escritas por Eusébio preserva a tradição que "No reinado de Amenophis III [o mais poderoso faraó da XVIII dinastia egípcia] um grupo de etíopes migrou de um país do Indos, e se estabeleceram no vale do Rio Nilo". E ainda outro documento de tempos antigos, o Itinerarium Alexandri, diz que "Índia, como um todo, e à Pérsia, é uma continuação do Egito e dos etíopes."A população preta da Índia, os Dalits atuais, é descendente de civilizações desenvolvidas que foi vitima da Chamada Grande Invasão Ariana em 1.500 a.C., que se apropriou do território, conhecimento filosófico da população preta e criaram um sistema de castas baseados na cor da pele e o revestiu religiosamente (Hinduísmo) para humilhar e escravizá-la economicamente.

CONHECENDO OS DALITS - A população de pretos na Índia é superior as populações da Inglaterra, França, Bélgica e Espanha e superior as populações pretas do Brasil e Nigéria também juntas.
O termo "dalit" tem raízes em sânscrito onde a terminação “dal” é usada para dividir, abrir, corromper. O vocábulo "Dalit" está relacionado a coisas ou pessoas que são cortadas, rachadas, quebradas, dispersas ou esmagadas e destruídas.
Por coincidência, existe a mesma terminação em hebraico significado baixo, fraco, pobre. Na Bíblia, diferentes formas desta expressão foram usadas para descrever pessoas que foram reduzidas a nada ou desamparados.
Com a invasão britânica na Índia foram criadas as chamadas castas programadas, com a aliança dos britânicos com a minoria que governava a Índia. Os pretos da Índia e Nepal são os mais discriminados do planeta, e por isso muitos têm se convertido ao islamismo, por causa de suas propostas de igualdade e liberdade.
Os dalitis nesses países são excluídos de todo o bem comum, todos os dias três mulheres dalitis são violentadas e obrigadas a se prostituírem; as crianças dalitis sentam na parte detrás das escolas ou assistem aula fora da sala, a cada duas horas uma casa de dalitis é incendiada; 66% dos dalitis são analfabetos e a mortalidade infantil chega a 10%.
No Nepal os pretos são 25% da população. A maioria dos dalitis é proibida de beber a mesma água que bebem as castas superiores. As mulheres dalitis de Badi são obrigadas a se prostituir e são consideradas piores de que um cão vivente de rua.
Com a opressão dos povos pretos da Índia, herdeiros de uma das maiores civilizações, a Harappan, hoje destituída do direito a dignidade e a uma vida de igualdade. Como conseqüência dos arianos se apossou de seus ensinamen­tos, fatos esses ocorridos com a África, berço dos grandes pensamentos filosóficos mundiais e das grandes religiões. Por último, o projeto Genoma Humano análise do DNA na composição dos seres humanos tem produzido evidência científica indicando que a origem genética das castas superiores na Índia é mais européia do que asiática.
Leia mais: http://www.dalitnetwork.org/go?/dfn/blog/2007/04/

FATOS SOBRE OS DALITS:
• A cada dia, três mulheres Dalits são estrupadas (leia Jovem Dalit estrupada e queimada até a morte);
• Crianças Dalits são freqüentemente forçadas a sentarem de costas nas suas salas de aula, ou mesmo fora da sala;
• A cada hora, duas casas de Dalits são queimadas;
• A maioria das pessoas das castas altas evitarão terem Dalits preparando a sua comida, por medo de se tornarem imundos;
• A cada hora, dois Dalits são assaltados.
• Em muitas partes da Índia, Dalits não são permitidos entrar nos templos e outros lugares religiosos;
• 66% são analfabetos;
• A taxa de mortalidade infantil é perto de 10%;
• 70% são negados o direito de adorarem em templos locais;
• 57% das crianças Dalits abaixo da idade de quarto anos estão muito abaixo do peso;
• 60 milhões de Dalits são explorados através do trabalho forçado;
• A maioria dos Dalits são proibidos de beber da mesma água que os de castas mais altas.
Em agosto de 1972, os Dalit Panthers anunciaram que o 25 º aniversário da independência indiana seria celebrado como um dia de luto.
É necessário que todos os pretos e pretas na África e na diáspora denunciem em todas as estâncias a situação da maior população preta do planeta confinada na Índia. Não podemos ficar calados (as) com a opressão de mais de 250 milhões de pessoas de ascendência africana.



Typical Southern India Village
I'm Dalit, how are you



ACESSE PRETAS POESIAS:

24 comentários:

ivan disse...

graças aos deuses eu não estou sozinho nesta forma de enxerga o mundo negro !sim , a africa é o berço da humanidade! mas não há negros apenas na africa ou nas americas,india oceania, não podemos esquecer dos "negritos" que habitavam onde hoje são as filipinas !povo dizimado pelos espanhois!

farao disse...

E não sa para imaginar nada do passado branco a não ser mentiras e desordem falta de respeito , e devastasão ,chamam indios de selvagem sendo que eles eram a propia selvageria encarnada , roubam todos os conhecimentos dos pretos e ainda tiram onda a té hoje e ainda dizem que nós e que somos inferiores , tomaraque um dia o estatuto de igualdade racial saia do papeu e se torne realidade ! e que tenhamos um programa televisivo que nos informe de todas estas brutalidades na minha opinião esdssa vai ser uma grande arma contra barbaries cometidas . SEMPRE NA LUTA AXÉ

Bruno disse...

Dalits certamente não são negros. Eles possuem características físicas e culturais peculiares que os distinguem tanto de negros quanto de brancos...É só olhar e ver !

E mais uma coisa...Não tentem se "apossar" da cultura alheia ! Isso é triste !

Luiz Antônio disse...

*Negro - 1. De cor preta ; 2. Diz-se do indivíduo da raça negra; 3. Sujo, encardido, preto ; 4. Muito triste, lúgubre; 5. Maldito, sinistro; 6. Perverso, nefando...

*Negregado - 1. Desgraçado, funesto...

*Negrejar - 1. Mostrar-se sombrio, ameaçador...

Etimologicamente,a palavra "negro" é profundamente depreciativa e foi criada pelo branco para "denegrir" ( coincidência ? ) as pessoas de origem africana...

Por isso, não sou "negro" e não me identifico como tal...EU SOU AFRO-BRASILEIRO !!!

Cymadi disse...

Refletindo...
Será que esses sentidos pejorativos não foram dados à palavra "negro" justamente devido ao tratamento e à visão que os europeus tinham dos africanos?
Quem sabe não temos nós que dar um sentido positivo às palavras que usamos?

vanika disse...

"É DIFICIL IMAGINAR TANTA DESIGUALDADE,TANTA VIOLENCIA,TANTA FALSIDADE EM UM MUNDO QUE FOI CRIADO POR DEUS"....MAS DEUS NÃO É CULPADO DE TUDO,E SIM O HOMEM COM SUA IGNORÂNCIA.....SOU NETA DE NEGRO COM INDIA BRASILEIRA....E NEM POR ISSO SOU EXCLUÍDA DA SOCIEDADE...VAMOS LUTAR JUNTOS POR JUSTIÇA E IGUALDADE...AFINAL SOMOS SERES HUMANOS....BJSSSSS

Wilson Melo Acosta disse...

Somos tantos dalits por este mundo afora. É claro sou brasileiro, uma mistura de raças sem preconceiros, mas as injustiças são com todos.
Agora, ver uma nação toda descriminar o seu proprio povo, é inadimiscivel. Deus nos fez em igualdade, conforme a sua imagem e semelhança.
Fico triste em ver tantas pessoas sendo descriminados por este mundo criado por DEUS.
Wilson Melo Acosta - Guia Lopes da Laguna - MS

Jadson disse...

muito bom conhecer esse blog. Um abração pra vocês. sou de goiânia

Andreia virote disse...

Boa tarde a todos!!!
Gostaria de fazer algumas perguntas...
Dalits negros ou brancos alguma vez na vida daqueles que julgam, condenam, criticam pararam para se colocar no lugar desses que estão sendo tratados de forma tão despresivel?
Deus nos criou a sua imagem e semelhança, alguma parte das escrituras dizia que deveria haver distinção?
Se dentre várias situações somente em risco o socorro só fosse possivel vc que não se considera um dalit rejeitaria o socorro? abriria mão de sua vida?
E se vc não for um dalit e sua casa for destruida e só os dalits puderem te ajudar a se reerguer vc não aceitará?
Pense bem Deus é justo e nos disse amaivos uns aos outros como a si mesmo e como vos amei.

Reflitam, isso não é só referente aos dalits e com respeito a todas as injustiças mundiais.

Abraços a todos e busquem a resposta dentro de si e em Deus, que ele os abençoem.

Andréia

Brasil

BINHA disse...

Fico muito triste em saber como vivem os Dalits, da maneira q são altamente descriminados. Peço a Deus q ajude-os e acabe com esse sofrimento, pois é muito desumano.

Beijos para todos,
ASS: ELBA

Anônimo disse...

Toda e qualquer forma de preconceito de depreciação a um ser humano é muito triste, não acredito q sejam negros, pretos ou sei lá, apenas tem um pouco mais de melanina q os outro, E essa palavra "negro" que foi criado pelos brancos para denegrir nossa imagem. O que me deixa mais espantada é como esses de "casta" podem orar no templo, ou em qualquer outro lugar se não abrem seu coração para amar o próximo. Acredito q seja de uma inutilidade essa oração

JARDEL disse...

Hinduísmo não é religião: é um conjunto de superstições. Uma vaca é considerada deusa, assim como macacos, ratos e outros bichos, mas um Dalit... nem bicho é considerado.
São capazes de comer no mesmo prato que um rato já tenha comido, sem lavar, mas não comem no mesmo prato que um Dalit já tenha tocado.
Para quem pouco ouve falar da India, acha que lá só tem Ghandi, paz e amor, todo mundo é manso, afinal, não matam animais nem para comer! Ora, por essa ótica, lá na India é que todas as pessoas deveriam ser, realmente, tratadas com igualdade. E ainda se gabam que são "a maior democracia do mundo".
Mas isso vai mudar. Aos poucos os Dalits estão se organizando.
O país, hoje, é uma potência em várias áreas, principalmente na informática e na indústria farmacêutica (de base).
A divulgação das informações bem colocadas neste "blog", se forem multiplicadas pelo mundo, ajudará muito na luta daqueles indianos.
O mesmo também tem que acontecer no resto do mundo, onde, em maior ou menor grau, continua havendo a "intocabilidade".
Muito obrigado pela informação.
Eu, realmente, não fazia a mínima idéia de como é a vida deles.
Continuem divulgando.

TEÒFILO disse...

Eu quero uma informação, a população Dalit é formada principalmente por pretos, mas, existem muitos indianos que são pretos e Bramanis, e de castas superiores, como esses conseguiram furam o bloqueio das castas baseada na cor e na pobresa?

Mayara disse...

Meu Deus estou realmente orrorizada e gostaria muito de fazer algo...Sabe o que me lembrei agora quando o idiota do hitler condenou milhares de judeus por pura idiotisse e varias pessoas ridiculas o seguiu e depois de milhares de sangue derramado o pais foi invadido e seus seguidores foram condenados...Hinduísmo infelismente se traduz a isso pura ignorancia e preconceito e se é religião(me perdoem a palavra) mas do demonio para Deus todos somos irmãos e se eles são dalits também somos...tenho mas orgulho de ser dalit do que dizer que sou de uma castra ridicula como essa. meu Deus devemos fazer algo.

cristina disse...

Conheci o blog da CNNC há pouco tempo, mas estou mto feliz em poder acessa-lo. As informações e materias são mto interessantes.
Sou negra, não sou cristã e adoro os temas debatidos nesse espaço.
No texto em questão(Dalits) a palavra Pretos foi constantemente utilizada em detrtimento da palavra Negros. Gostaria que o autor do texto define-se sua concepção desses dois termos.
Pretos=Negros??? Fvr justificar a resposta para que eu possa entender melhor sua utilização no texto em referência.
Ser preto é ser negro??? Ser negro não é ser necessariamente preto???
Por fvr me "escureça".
Cristina/Porto Alegre

Anônimo disse...

Bem interessante e social esse artigo!!
Como podemos dar tanta atenção para contextos passados como o apartheid,o holocausto ou a escravatura quando coisas dessa intensidade acontecem no presente.
vejam o ódio que se formou no coração daqueles chamados de "Dalits"! houve mais do que conquista e humilhação, houve a corrupção da alma dessas pessoas.

Acredito que os "Dalits" sejam pretos sim, a cor e descendencia evidencia isto, e não é preciso ter exatamente a aparencia ou cultura dos pretos da africa!! da mesma forma que japoneses não pertecem a china mas também são chamados de amarelos,é turcos não são considerados Europeus mas são brancos, os chamados Dalits não são da África, mas seu biotipo claramente é preto.

A África teve e tem grande diversidade étnica/cultural e lá existem pessoas(consideradas negras) com a mesma aparencia desses "Dalits". http://www.ozoutback.com.au/postcards/postcards_forms/abor_children_3/Image/au377271.jpg

Considera-se também que os "Dalits" descendem dos Drávidas,(antigos indianos e criadores do yoga, antes da invasão Bárbara) que eram tão escuros quanto os mais escuros africanos de hoje, além de fatores climaticos e alimentares regionais, os chaados Dalits estão na Índa a milhares de anos.

Conceitualmente, existem apenas quatro diferencas coloridas supostas no mundo e milhares de etinias baseadas nessas 4 supostas cores, assim ditas devido as suas fortes presenças regionais no mundo (todas tem ou tiveram império), são elas: branco, preto, amarelos e vermelhos, sendo que amarelo e vermelho tem uma finalidade mais ligada a aparencia e a regionalidade do que a cor da pele.

Mas acredito que o que realmente leva o filósofo a adotar os "Dalits" como uma população negra seria o fato de existir um tipo de opressão comum entre os negros da América e "Dalits", a opressão pela diferença da pele e da cultura.

parabéns pelo post!!

Anônimo disse...

Bem interessante e social esse artigo!!
Como podemos dar tanta atenção para contextos passados como o apartheid,o holocausto ou a escravatura quando coisas dessa intensidade acontecem no presente.
vejam o ódio que se formou no coração daqueles chamados de "Dalits"! houve mais do que conquista e humilhação, houve a corrupção da alma dessas pessoas.

Acredito que os "Dalits" sejam pretos sim, a cor e descendencia evidencia isto, e não é preciso ter exatamente a aparencia ou cultura dos pretos da africa!! da mesma forma que japoneses não pertecem a china mas também são chamados de amarelos,é turcos não são considerados Europeus mas são brancos, os chamados Dalits não são da África, mas seu biotipo claramente é preto.

A África teve e tem grande diversidade étnica/cultural e lá existem pessoas(consideradas negras) com a mesma aparencia desses "Dalits". http://www.ozoutback.com.au/postcards/postcards_forms/abor_children_3/Image/au377271.jpg

Considera-se também que os "Dalits" descendem dos Drávidas,(antigos indianos e criadores do yoga, antes da invasão Bárbara) que eram tão escuros quanto os mais escuros africanos de hoje, além de fatores climaticos e alimentares regionais, os chaados Dalits estão na Índa a milhares de anos.

Conceitualmente, existem apenas quatro diferencas coloridas supostas no mundo e milhares de etinias baseadas nessas 4 supostas cores, assim ditas devido as suas fortes presenças regionais no mundo (todas tem ou tiveram império), são elas: branco, preto, amarelos e vermelhos, sendo que amarelo e vermelho tem uma finalidade mais ligada a aparencia e a regionalidade do que a cor da pele.

Mas acredito que o que realmente leva o filósofo a adotar os "Dalits" como uma população negra seria o fato de existir um tipo de opressão comum entre os negros da América e "Dalits", a opressão pela diferença da pele e da cultura.

parabéns pelo post!!

MARCELO RAMOS disse...

olá sou marcelo ,desta civilisação eu não tinha conhecimento sou negro e cristão parabens pela metéria

Anônimo disse...

Dalits não são negros.
Eles tem as características dos povos brancos.Apenas a cor deles que é escura e nada mais! Não seja tão ignorante com as etnias das pessoas. Pense antes e poste depois!

grupoaçãocapoeira disse...

Faser comentarios anonimos , significa que a pessoa tem medo ou não sabe oque fala . ASS.joão olavo severo cardozo

assiraldf disse...

Este País jamais sera visto como igual, por qualquer nação.
Este tipo de pré conceito não pode ser tolerável,Um país que permite esta ignorância em pleno século XX1, esta condenado ao atraso...

GABRIEL AUGUSTO LIMA COSTA disse...

SOMOS TODOS AFRODESCENDENTES POREM AFRICA NÃO É UMA PALAVRA AFRICANA, E A ORIGEM DA PALABRA NEGRO VEM DO GREGO NECRO OU MORTO, SE REFERENDO AO COSTUME DA MAIORIA DOS POVOS AFRICANOS DE CULTUAR OS SEUS ANCESTRAIS ( OS "MORTOS" PARA OS BURROS GREGOS)

Anônimo disse...

Gente, existe uma revolta dentro de algumas respostas que levam para a injustiça social e fogem do debate historico dessas causas. Primeiro: O sistema de castas Indiano tem seculos de existência não é um problema atual, é religioso, pasmem alguns Daletis ou a maioria deles aceitam essa imposição desde que nasceram. Para acabar com isso temos que desconsertar todo o regime religioso e de crenças indianos. Nós ocidentais temos um olhar diferenciado em relações a essas culturas e muitas as vezes ao tentarmos interferir acabamos criando problemas maiores ( vide Iraque), criamos o Estado Islamico ao invadir o Iraque, e hoje vemos populações inteiras fugindo daqueles países. Segundo: Nunca nenhum navio Portugues desembarcou na Africa e caçou ou aprisionou Negros.A africa sempre foi extremamente tribal, tribos guerreavam lá desde que o sol é sol. Eram extremamente fortes e bem armados, lutavam entre si e os aprisionados estavam condenados a morte, em rituais tribais. Os portugueses compravam esses negros condenados.Vendem a historia como sendo uma maldição terem chegado ao Brasil, mas a verdade é que aquilo era uma salvação da morte certa. Pq a maioria dos negros nao fugiam das fazendas e iam para os quilombos? ou se rebelavam? os quilombos eram comandados por muitos chefes tribais e eles eram tao ou mais crueis do que os fazendeiros com quem nao seguissem suas ordens. Somos uma nação miscigenada e temos que parar com o discurso de flagelo que vendem para nos separar, somos um belo país hoje e se a historia lá do passado contribuiu para isso de uma forma errada, nao sera o lamento ou o discurso vazio que mudará isso.

Mukuna Jeronimo disse...

"Tudo tem o seu tempo." O dono desta palavra é o justiceiro.

PRETAS POESIAS

PRETAS POESIAS
Poemas de amor ao povo preto: https://www.facebook.com/PretasPoesias